A Fada do Dente

A lenda da Fada do Dente diz que quando uma criança perde um dente de leite, deve deixá-lo embaixo do travesseiro. Durante a noite, uma Fada o levará e em troca deixará uma moeda.

Fada do Dente.

A simbologia mais usada para a aparência da Fada do Dente é de que ela pequena, com assas, roupa de bailarina, uma varinha de condão com um dente na ponta e um pequeno saquinho onde carrega os dentes. Dependendo do país, a lenda muda um pouquinho e a aparência também.

A lenda provavelmente teve origens no folclore da Europa Ocidental, pois antigamente acreditava-se que os dentes deveriam ser guardados ou queimados para que não os procurássemos após a morte ou para que não caíssem no poder de bruxas, que os usariam em feitiços. Era dever dos pais cuidar para que os dentes dos filhos não caíssem em mãos erradas. Alguns pesquisadores acreditam que a lenda tenha apenas cerca de 200 anos e que descendeu do conto francês “O Bom Ratinho” (título original: La Bonne Petite Souris), escrito por Madame d’Aulnoy em 1697, que conta história de uma Fada que se transforma em um ratinho para ajudar uma rainha escapar de um rei malvado que invadiu seu reino. Na história, o ratinho se esconde no travesseiro do rei para atormentá-lo.

A Fada do Dente foi citada em um livro pela primeira vez em 1949, nos Estados Unidos, pelo escritor Lee Rothgow em seu livro “A Fada do Dente” (Título original: the Tooth Fairy).

Já existiu um museu da Fada do Dente nos Estados Unidos, criado pela Dra. Rosemary Wells (professora de odontologia) em 1993, na sua cidade natal Deerfield/Illinois. O museu reunia uma coleção de bonecas, travesseiros, livros e outros objetos de celebração à perda de dentes. Após a morte de Wells, o museu infelizmente foi fechado.

Nos Estados Unidos, no dia 28 de fevereiro e em 22 de agosto, se comemora o Dia Nacional da Fada do Dente. Apesar de chamarem de Dia Nacional, não é um feriado oficial e não foram encontrados registros sobre a origem das datas, mesmo assim as pessoas comemoram e se divertem.

O Rato Pérez (El Ratón Pérez)

Na Espanha e países hispânicos, existe uma lenda muito popular e semelhante a lenda da Fada o Dente, que diz que quando uma criança perde um dente, deve colocá-lo embaixo do travesseiro e então o ratinho Pérez o troca por um presente ou moedas. O rato Pérez foi inventado pelo escritor espanhol Luis Coloma, em um livro para crianças para o rei Alfonso XIII em 1894. Em sua história, o ratinho Pérez dava presentes para as crianças pobres de Madrid, quando o dente delas caía.

Em Madrid, na Espanha, existe um museu em homenagem ao rato Pérez que se chama “Casa Museo del Ratón Pérez”. Lá você pode visitar a casa do rato Pérez, saber tudo sobre ele e sobre o seu criador. A casa ainda conta com uma caixa de correspondência, onde as crianças podem deixar cartas para o rato Pérez e receber uma resposta. Para saber mais sobre o museu e sobre os horários de funcionamento, visite o site oficial (www.casamuseoratonperez.es).

Categorias: Fadas

Tags:

  • Últimas Notícias

  • Comentários
    1. emillydovalle disse:

      Eu tou com um dente mole, ai a fada do dente, quando eu arrancar, vai me dar 2 reais.

    2. Sofia disse:

      Oi, acreditava em fadinhas do dente mas eu fui levando essa história de fadinha do dente muito a serio, e minha mãe perguntou pra mim se eu ficaria triste se ela fosse minha fadinha do dente eu disse que n mas na hora q ela disse isso eu fiquei triste, mas agora eu já me acostumei e não faz falta mas eu ainda guardo as cartinhas… Não quero estragar a infância de vocês mas é isso. Respondam por favor

      • Oi Sofia. Eu não acredito ou desacredito, mas sei que o mundo é cheio de infinitas possibilidades e criatividade. Enxergar o mundo dessa maneira, faz a vida muito mais feliz e divertida.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *